sábado, 17 de maio de 2014

Sábado para descansar, dia para pensar.

Adoro os sábados, como uma grande parte das pessoas, acho um dia especial. Não exerço minha profissão de professora e médica. Não conversos com as mesmas pessoas com quem convivo diariamente no trabalho. Estou distante dos alunos e pacientes, da rotina da Unidade de Saúde e de Ensino, aliás, uma atividade que gosto muito. Com frequência saiu da cidade e venho para zona rural, onde agora estou. Aqui o barulho é diferente. Poderia definir como um "barulho silencioso"! Estou quase só, se não fosse a boa presença do meu marido. Sento na varanda e tenho um bela vista para apreciar, pássaros diversos cantando suaves melodias, o gato que mia dengoso, o cão que às vezes late e um discretíssimo ruído do vento fraco e agradável.
Gostaria de além de quase não falar, quase nada pensar, somente curtir esse quase paraíso. Como seres humanos temos o "poder" de pensar. Na verdade não exercemos nenhum poder sobre o nosso pensamento. Ele nos invade. Por isso, enquanto descanso eu acabo pensando. Hoje meu pensamento "voou" sobre as relações entre as pessoas. Com quase 60 anos de idade, não tenho dúvidas que, das difíceis artes da vida diária, estão as relações inter-pessoais. Seria bom que na nossa passagem por essa existência o verbo relacionar fosse apenas aquilo que os dicionários definem.
Um bom resto de sábado para nós.

Nenhum comentário: