domingo, 27 de dezembro de 2009

Papai Noel

Esse Natal, 2009, foi muito agradável. A família quase toda se reuniu em nossa casa. Como já comentei na outra postagem, o Cachoeira foi o cozinheiro principal. Teve alguns participantes como a minha filha Clarissa, no auxílio dos enroladinhos de palmito e minha sobrinha Cacá, com sua torta fria e torta de limão, também a salada verde de minha nora Flávia e sua mãe Darlene.
O , noivo de Cacá, foi responsável pelo barril de chope, que começou a "funcionar" já na tarde de 24 de dezembro (afinal eram 50 litros!).
Como prometi, minha participação seria mais do que especial, pois desde o início do mês, já havia preparado minha indumentária de Papai Noel. Acho que o "bom velhinho" agradou bastante.


A entrada do Papai Noel, auxiliado pelo duende Clarissa, pois o saco era muito pesado, ao som de músicas natalinas.

As crianças receberam o velhinho com muito carinho.

O "saco era "pesado"!

Minha filha Clarissa ajudou muito o Papai Noel, pois o "velhinho" estava com óculos "vencidos", ela lia antes de quem eram os presentes.


Até a vovó Maria, com seus 84 anos, curtiu o Noel.


A mais nova da família, minha sobrinha neta Helena, não estava entendendo muito! Mas foi o motivo dessa velha fantasiada de Noel, com certeza!


A minha "caçulinha" Luciana logo quis o colo do bom velhinho!
Hei! E esse "gorducho"? Que "pasadinho" e foi logo se jogando no colo do Noel!


O Papai Noel é um personagem criado no século IV, por Nicolau Taumaturgo que em sigilo colocava um saco de moedas de ouro na chaminé das casas dos que estavam precisando de ajuda na época do natal.
Tornou-se santo e símbolo natalino, partiu da Alemanha, onde vivia, até se tornar conhecido por todo o mundo.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Feliz Natal

Hoje é dia 23 de Dezembro de 2009, credo! Tempo que voa, amanhã é véspera de Natal.

A família se reunirá aqui em casa, como de praxe. Gosto disso. É bom ainda ter os filhos em casa, meus sobrinhos e sobrinhas netas, minha irmã, minha mãe com seus de 84 anos, e outros " agregados".

Meu marido fica na cozinha, quase todo o dia de amanhã, mas quem mandou se especializar em "Chef"? Na hora seus quitutes são muito elogiados. Ele toma umas cervejas e fica "morto", geralmente é o primeiro a ir dormir, antes mesmo da festa findar.

Eu adoro ser o Papai Noel, desde que meus filhos e sobrinhos eram crianças. Minha roupa já está pronta para amanhã. Esse ano com direito a barbas e cabelos brancos.

Provavelmente, não terei tempo de escrever nada amanhã, por isso, aproveito o dia de hoje, para desejar ao amigos um FELIZ NATAL!


sábado, 19 de dezembro de 2009

Banda Filhos do Sol

Diário Popular, sábado, 19 de dezembro de 2009.



Na página 7 da edição de hoje do nosso jornal local, há uma notícia sobre Projeto Social. Nela a jornalista Jussara Lautenschläger fala sobre o rescente show da BANDA FILHOS DO SOL.
Comenta que o grupo surgiu a partir de um projeto elaborado pela Promotoria da Infância e Juventude em parceria com a Secretaria da Cidadania. A banda é formada por meninos das casas-lares, tendo como finalidade a promoção dos mesmos a um outro estilo de vida. Para participar da banda, destaca o promotor, José Olavo Passos, os jovens devem não ter envolvimento com drogas, bom comportamento na escola e boas notas,não erradicar do abrigo, obedecer o administrador do abrigo e a regene da banda, Sra. Vera Vargas.
O que mais me orgulhou, foi a nota do final da notícia:
Os ensaios ocorrem na sede do Ministério Público, com a orientação da professora Vera Vargas e dos advogados e músicos José Carlos Xavier e Giovani Godoi. O projeto e coordenado pelas advogadas Clarissa Maia Garcias (minha filha) e Josette Daunis Ferreira e pela assistente social Júlia Nogueira. Todos desenvolvem um trabalho voluntário.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Formatura da Luciana, curso de Inglês

Hoje à noite fui a pequena solenidade de conclusão de Curso de Inglês de minha filha "caçula", a Luciana, 23 anos, conhecida por Luly.
Ela concluiu o Open Forum 3, na escola de inglês MAB, onde também ela atua como secretária, desde o começo desse ano.
A Clarissa, minha outra filha, também compareceu. Essa também tem ligações com a língua inglesa, trabalhou de secretária muito tempo, durante sua vida universitária, na escola Busy Bee, inglês para crianças, onde hoje é uma das professoras. Acabou seus estudos de inglês no Yazigi há algum tempo.
Só meu filho Felipe, que é biólogo, não prosperou nos estudos de inglês. Esteve em mais de um curso, mas nunca os concluiu. Pena! Hoje é importante um pouco de domínio em alguma língua estrangeira.
A formatura, embora simples, estava muito bonita. Adorei.
Parabéns a minha formanda, Luciana.



Essa foto é da Luciana na formatura do pré-escolar, lá se vão uns 18 anos!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Fora da rotina! Mês de dezembro....


Não ando muito assídua nas postagens do Blogger, mas meu tempo encurtou e novas situações sugiram para resolver.

Minha mãe com problemas inerentes à idade, 84 anos, e agora com complicações com sua empregada que estava até então lhe acompanhando.

Os alunos entraram de férias, mas os pacientes continuam. São muitos, tanto pela manhã como pela tarde, a maioria procurando o atendimento médico, mais por fatos de suas vidas pessoais ou familiares, do que por doença propriamente dita.

Tem mais o "excesso de festinhas e confraternizações", típicas de final de ano, ufa!

Aulas de francês encerrando, prova e exercícios para entregar. Por que não desisto de vida de aluna? Acho que é vício!

Ainda resolvi fazer revisões médicas, cardiologista, oftalmologista, em fim revisões de "kilometragem", coisa de gente com mais de 50 anos. O coração está indo bem, mas os olhos, cada vez piores. Mais graus nas lentes. Também inventei de querer usar lentes de contacto, pelo menos para visão de longe. Já fiz o teste, tomara que dê certo.

Meu marido foi paraninfo de uma turma de formandos em medicina, foram muitos os festejos. Coitado do estômago com tanta comida e bebida! Dieta, nem pensar, não dá mesmo.

Pouco tempo para ir na academia de ginástica, ainda consigo jogar um pouco de tênis, pois a dona Nilza ( com "z" como ela diz) não dá mole!

Mas com certeza, esses dias irão passar e, novamente, voltarei à velha rotina.

Agora começa os preparativos para o Natal, que nos últimos anos tem sido sempre aqui em casa.

Mas quando essas festas acabarem, voltarei a ser mais "nerd", mais desportiva, menos "comilona", mais leitora, mais rotineira.

sábado, 12 de dezembro de 2009

O tempo não para, já dizia Cazuza







12 de dezembro!



E lá vai o ano de 2009. São quase 365 dias que se vão...

Cada vez parece que o tempo corre mais rápido, que loucura!

O mês começa, recebemos nossos salários, pagamos nossas contas, respiramos.

Mas como? Mais contas?

É que novo mês iniciou, nem deu para perceber.

Assim são os segundos, minutos, horas, dias, semanas, tudo passa, ou melhor voa.



COMO UMA ONDA
(Lulu Santos/Nélson Motta)

"Nada do que foi será
de novo do jeito que já foi

um dia

Tudo passa, tudo sempre

passará

A vida vem em ondas como

um mar

Num indo e vindo infinito

Tudo que se vê não é

Igual ao que a gente viu

há um segundo

Tudo muda o tempo todo

no mundo

Não adianta fugir

nem mentir para si mesmo

agora

Há tanta vida lá fora

Aqui dentro sempre

Como uma onda no mar"

domingo, 6 de dezembro de 2009

Domingo agradável, no sítio

Achei que nesse final de semana não daria para irmos até o sítio, porque o Cachoeira foi o paraninfo da turma que concluiu o curso de Medicina da UFPEL. Desde quarta-feira estávamos de festividades. Ontem, sábado, teve o coquetel e o baile. Fiquei em casa, pois estava "morta" de cansada da colação de grau e festas particulares dos alunos, na sexta-feira. O Cachoeira deu uma chegada no coquetel e antes da meia noite já estava de volta, por isso foi possível sair cedo, pela manhã de hoje, em direção ao sítio.
Foi um Domingo muito agradável, sol só às vezes, temperatura amena, em fim, dia perfeito para apreciar a paisagem campestre.
Éramos poucos, eu, Cachoeira, Felipe, seu Jorge e Éder (o alambrador e seu auxiliar).
O Cachoeira fez sobre coxas de frango na grelha, eu fiz salada e arroz.
Não faltou a cervejinha, é claro.
Como hoje não tínhamos muitos visitantes no sítio, pude sentir melhor o som da natureza. Nenhum barulho de carro ou ruídos urbanos, só mugido de vacas, cantos de pássaros variados e sapos.
Além do tradicional charuto, hoje também estreamos uns "palheiros".
Já era noite quando chegamos à Pelotas.
Foi um ótimo Domingo.




















Aqui estão algumas fotos que fiz hoje.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Meus alunos, final do ano letivo...

Credo! Acabou o ano letivo de 2009! Tempo que "voa"!

Parece que os jovens alunos chegaram ontem no nosso posto.
Dois semestres passaram....


Foi ótimo conviver com eles, eram amáveis, atenciosos e simpáticos.

Foram manhãs alegres, apesar de estarmos num meio onde as pessoas nos procuram por doenças e problemas.

Com certeza sentiremos saudades desses grupos, os do 3º ano só retornarão quando estiverem no 5º ano, mas no final de fevereiro de 2009, os que estavam no 2º ano retornarão.


Esses grupo já está entrando no último ano... o tempo passa.... A Duda era a única "menina" do módulo

Nesse ano, no inverno, enfrentando a Gripe Suína...


Eu com as alunas Camila e Daniela


Eu e o colega Luis Fernando cercados pelos "pupilos"

"Ser professor...
É um vício ou vocação?
É outra coisa...
É ter nas mãos o mundo de
Amanhã
Amanhã
os alunos vão-se
e ele, o mestre, de mãos vazias,
fica com o coração partido.
Recebe novas turmas...
Fica a saudade a amizade
O pagamento real?
Só na eternidade

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O carro era meu, a vítima era eu .....

DIÁRIO POPULAR, PELOTAS, 21 DE AGOSTO DE 2009.



Meia hora depois de roubar um carro, às 14h30min desta quinta-feira (20), um ladrão perdeu o controle do veículo e colidiu em um poste na avenida Ferreira Viana, em frente a subestação da CEEE. O homem acabou ferido e preso pela Brigada Militar (BM).
A vítima iria sair do seu carro, estacionado na esquina das ruas Santa Cruz com General Neto, quando o bandido armado a rendeu. Ela conseguiu escapar, mas o assaltante pegou a chave do veículo e saiu rapidamente. A dona do Gol preto acionou a Brigada.
Quando uma viatura do Laranjal se dirigia para a cidade, encontrou o automóvel com a frente destruída e acionou o Samu.
O suspeito, com diversos ferimentos, necessitou de cuidados médicos e foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), onde permaneceu sob custódia da BM. Os policiais o desarmaram e foram para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). O delegado determinou sua prisão em flagrante e após sua recuperação deverá ser encaminhado ao presídio.


Resultado desse episódio:

- O ladrão saiu bem do hospital;

- Anda solto pela cidade e não foi para nenhum presídio ( já tinha outros antecedentes de assalto e roubo);

- O carro foi considerado como perda total (ainda bem que eu tinha seguro);

- Fiquei mais de um mês em função com a seguradora (ufa!!!);

- Carros locados ou emprestados para ir ao trabalho;

- Perda de bônus em novo seguro com pagamento da franquia:

- Novo emplacamento e IPVA;

- Desvalorização do carro batido ( tinha só oito meses de uso).

Resumindo:

"Ando sempre insegura na rua, assustada... o ladrão passando bem, com certeza."