terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O carro era meu, a vítima era eu .....

DIÁRIO POPULAR, PELOTAS, 21 DE AGOSTO DE 2009.



Meia hora depois de roubar um carro, às 14h30min desta quinta-feira (20), um ladrão perdeu o controle do veículo e colidiu em um poste na avenida Ferreira Viana, em frente a subestação da CEEE. O homem acabou ferido e preso pela Brigada Militar (BM).
A vítima iria sair do seu carro, estacionado na esquina das ruas Santa Cruz com General Neto, quando o bandido armado a rendeu. Ela conseguiu escapar, mas o assaltante pegou a chave do veículo e saiu rapidamente. A dona do Gol preto acionou a Brigada.
Quando uma viatura do Laranjal se dirigia para a cidade, encontrou o automóvel com a frente destruída e acionou o Samu.
O suspeito, com diversos ferimentos, necessitou de cuidados médicos e foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), onde permaneceu sob custódia da BM. Os policiais o desarmaram e foram para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). O delegado determinou sua prisão em flagrante e após sua recuperação deverá ser encaminhado ao presídio.


Resultado desse episódio:

- O ladrão saiu bem do hospital;

- Anda solto pela cidade e não foi para nenhum presídio ( já tinha outros antecedentes de assalto e roubo);

- O carro foi considerado como perda total (ainda bem que eu tinha seguro);

- Fiquei mais de um mês em função com a seguradora (ufa!!!);

- Carros locados ou emprestados para ir ao trabalho;

- Perda de bônus em novo seguro com pagamento da franquia:

- Novo emplacamento e IPVA;

- Desvalorização do carro batido ( tinha só oito meses de uso).

Resumindo:

"Ando sempre insegura na rua, assustada... o ladrão passando bem, com certeza."

Um comentário:

Luciana disse...

Mãe... Infelizmente não é só contigo que acontece isso, acontece com muita, mas muita gente nesse país ou nesse mundo mesmo. Nós que pagamos pelos crimes deles, com tantos gastos e tendo que ficar presos e com medo.
Pelo menos foram só prejuízos materiais, né?
Beijooooo