quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Sevilla, a quarta maior cidade espanhola




Para encerrar nosso passeio na Espanha, escolhemos Sevilla.Partimos de Madrid cedo da manhã,embarcamos nossas bagagens na camionete e lá fomos nós. Era uma manhã muito fria e chovia um pouco. No caminho pegamos até neve na estrada. Nosso "motorista", o meu marido, depois confessou-me que estava assustado de dirigir na neve. Nós,os passageiros, vibramos com aquela estrada branca.
Ficamos hospedados num albergue, bem na região comercial da cidade. Foi um pouco difícil de achá-lo, mas com o mapa e com "quem tem boca vai à Roma", acabamos encontrando.
Na chegada já nós chamou atenção a grande quantidade de árvores carregadas de frutas, espalhadas por todas as calçadas e passeios.



A aparência do albergue não era das mais agradáveis, mas nos surpreendeu no seu interior. Era um prédio muito antigo, a escadaria muito bonita, os quartos eram limpos e com aquecimento. No quarto das "gurias" e do do casal havia banheiro com chuveiro e tudo. Só o Felipe e a Flávia tiveram que ocupar o banheiro comum ao andar.
Após acomodarmos nossas bagagens, já era noite, a fome chegou.Optamos por um fast-food, próximo ao albergue.



Pelo menos era uma salada! Mas o meu "estadão"...me trai...
Depois do "jantar lanche", saímos para passear na região central. Entramos num bar, tipo Pub,para saborear uma "caña de cerveza". Mas como somos cervejeiros, pagando em euros,não deu outra, depois de algum tempo abandonamos o bar.Nele haviam pessoas interessantes, como a senhora que aparece na foto abaixo.




Cerveja, "pouca mas boa"!!!!

Fomos passear, embora chovesse, foi uma noite muito divertida e alegre. Meu filho e a Flávia, acharam um bar de um marroquino, que vendia latinha de cerveja, com preço "mais acessível".


Abaixo algumas cenas de nosso passeio noturno na chuva, em Sevilla.






No dia seguinte fomos à Praça de Espanha, um dos símbolos da Sevilla atual. Majestosa, foi projetada para a Exposição Ibero-Americana de 1929 por Anibal González, um dos arquitetos mais célebres da cidade no século passado. Construída em tijolo e cerâmica, em forma semicircular, rematada por uma torre em cada ponta, parece estar de braços abertos, a acolher todos os que por lá passam. Para que de perto observem os seus painéis de azulejaria, dedicados a cada uma das províncias espanholas.





Após nossa estadia na Espanha, retornamos à Lisboa. Devolvemos o carro no aeroporto. Rumo à Inglaterra....bye,bye......

Nenhum comentário: