terça-feira, 18 de maio de 2010

Tarde de chuva, com resfriado, em casa !

É terça-feira, dia de trabalho, são 15 horas, mas estou em casa.

Deitada em minha cama, acompanhada de minha amiga, cadelinha Pupy, olho pela vidraça do meu quarto e vejo a chuva. Aquela "chuvinha", de fraca a moderada, porém persistente. As folhagens que consigo visualizar balançam com o vento.

É que há três dias contrai um resfriado, daqueles próprio de mudança de temperatura, pois é outono, mas o frio já deu seu sinal aqui pelas "bandas do sul "do Brasil.

Dói um pouco a garganta, uma pequena dor de cabeça e aquela sensação de corpo doido. O nariz insiste em ficar obstruído, as vezes expele secreção, sem falar dos espirros que por vezes também querem fazer parte do conjunto desses sinais e sintomas dos quadros respiratórios virais.

Até hoje, pela manhã, trabalhei, porém uma colega, também médica da Unidade Básica de Saúde onde atuo, me liberou. Obrigada colega Cris.

Os medicamentos aliviadores desses sintomas, contém anti-histamínicos, dando aquela leve sonolência, mas vou lutar contra ela. Tentarei estudar um pouco de francês, pois em breve terei avaliação escrita e, confesso, ando um pouco atrasada com a matéria.

Apesar de estar com a saúde discretamente abalada, é muito gostoso curtir uma tarde de chuva em casa.

Boa tarde à todos. Vou seguir "meus afazeres de um dia, com resfriado, em casa!".

2 comentários:

Ana disse...

Que bom este temperamento, que te permite ver o lado bom das coisas!
Bom repouso!
Boa recuperação!

Luciana disse...

Hahaha! Achei teu post engraçado!
Beijos!
Cuide-se mama!!!