segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Domingo no sítio

Depois de uma semana de sem chuvas, no sabádo choveu. Esse é o melhor dia para irmos ao sítio, pois aos domingos,nessa época de primavera, há um maior movimento em nossa floricultura, logo no dia em que temos menos funcionários. Mas acreditamos na previsão metereológica, domingo seria sem chuvas. Deu certo. Fomos para o Cerro Alto pela manhã. Eu, Cachoeira, Felipe e Flávia, mais tarde nossos assíduos visitantes, Jé e Carolina, apareceram para o almoço, dessa vez acompanhado da senhora Lais Duquia Moraes, mãe do Jê. Nós havíamos levado uma costela para assar em nossa improvisada churrasqueira, os visitantes chegaram com um ótimo reforçe, carne no palito. É uma comida de origem árabe, feita de carne moída e bastante tempero. Coloca-se os espetinhos para assar, excelente entrada. Também teve a salada, para os da fase "light", com vários ingredientes recolhidas da horta do sítio. A cerveja foi buscada na cidadede Morro Redonda, que fica distante 4 Km do sítio. Todos muito comedidos, pouco mais de uma lata de Brahma para cada. O chimarrão sim, "rolou" todo dia. Eram duas cuias circulando. A horta teve um bom progresso no sentido de organização e limpeza. Os "meninos" (Jé, Felipe e Cachoeira), passaram quese todo dia em função com a mesma. No meio da tarde tivemos a visita dos ex-proprietários do local, um casal de meia idade de origem italiana, muito gentis. Porém acho que estão com problema de se desligarem do local, pois ficam dizendo que irão retirar seus pertences de lá, mas nunca o fazem. Acabei convencendo-os de levarem muitos objetos embora, pois vi que o carro dos mesmos era bem grande. A luoça e os artigos de cozinha da senhora, a qual apelidamos de "mãe", pois é assim que é chamada pelo seu marido, Sr. Max, foi toda embacotada por mim, para eu mesmo trazê-la para cidade, com a sua permissão, é claro. O entardecer estava muito agradável, enqnto uns acabavam os afazeres na horta, outros tomavam chimarrão "apreciando o serviço". À noite o Cachoeira fez um carreteiro com o resto da carne do almoço, colocando couve da nossa produção.Todos adoraram, pois a fome é o melhor tempero. Saimos de lá em torno das 21 horas. O Felipe e a Flávia só retornaram hoje. Foi um domingo muito agradável.

Um comentário:

Luciana disse...

Que bonitinho o teu post mãe!
Ficou muito bonita a foto de cima do blog!
hehehe
Beijos